Posts com a Tag ‘Empregos’

Empregos turísticos no litoral – Vale a pena?

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

O Cacal Menezes em seu blog lembrou:

Está sobrando emprego. Falta é gente habilitada (e com vontade de trabalhar, também é preciso dizer) para ocupar as vagas. Que o diga o Costão do Santinho que no último final de semana, na região norte da Ilha, apelou para alto-falantes sobre veículos, que circularam pelas ruas da região chamando quem queira trabalhar no resort.

Agora… Há fatos e casos

Aqui na Brava, um grande hotel volta e meia também apela para os alto-falantes. Quem mora aqui sabe qual é.

Por um lado, nos comentários lá do blog do Cacau, houve quem atribuísse a “falta de vontade de trabalhar” do povo ao bolsa-família. Convenhamos, acham que mesmo o mais miserável dos miseráveis vive só com até 100 reais? Ou é desinformação e pensam que o bolsa-família paga um salário (o que ainda é pouco) ou é mera falta de noção. Quem vive com 100 reais?  O Bolsa-família é só um auxílio. Digo isto lembrando que particularmente nunca concordei muito com esse Bolsa-família não, mas como também nunca passei muita dificuldade financeira na vida, não posso julgar quem passa. Tenho certeza que é um dinheirinho bem vindo. Como eu já escrevi aqui, nem todos nascem com a força interna necessária para se sustentar. Enfim, é discutível.

Por outro lado, o próprio Cacau sugere que falta gente habilitada e com vontade de trabalhar. É relativo. Gente habilitada para arrumar camas, limpar a sujeira dos outros e fazer as mesas arrumando os guardanapos de um jeito exótico, tem sim! Agora sabe-se que o salário pago por esses hotéis são uma lástima. Que ânimo alguém tem em permanecer num serviço braçal pra ganhar 500,00 ou 600,00 reais? Qualquer diarista ganha praticamente a mesma coisa, com muito mais flexibilidade de horários. Praticar uma política de exploração, ou seja, apostar naqueles que beiram a fome para assumirem seus cargos vai lhe conferir que futuro? Se esquecem que o que é bom, custa caro. Se você encontrou um bom profissional, valorize-o e faça o possível para mantê-lo ao seu lado. Ele vale ouro.

Agora, por outro lado, alguns funcionários nem sempre colaboram com a situação. Quando entram e percebem que a coisa não é boa, fazem de tudo para “serem mandados embora” para continuarem a receber o seguro-desemprego. O que não é uma atitude nem um pouco digna. Como diria Luiz Carlos Prates, é FALTA DE VERGONHA NA CARA!!! ;-) Se conseguiu o emprego, trabalhe. Se viu que não é bom, ou que o salário não compensa, ou que a própria atividade não é estimulante, então peça sua demissão. Seja digno.

Assunto complicado, não?

O assunto é delicado. Por um lado os hotéis não assumem uma postura de valorização de seus profissionais, exigindo demais e pagando de menos. Por outro, a visão de mundo do povinho também não colabora muito, querendo ganhar muito retribuindo pouco. Mais um círculo vicioso a atrasar nosso país.

De qualquer forma, ainda questiono os hotéis. Ninguém com um mínimo de estudo e AUTOESTIMA vai se dispôr a ficar trabalhando naquele tipo de serviço por um salário miserável.

Se fosse minimamente suportável interessante, o povo ‘tava fazendo fila lá!

Ronaud Pereira

Copyright 2008 - 2014 PraiaBrava.info de Ronaud Pereira - Bombinhas - SC - Itapema - SC - Litoral do Paraná - Frases para Facebook - Frases Engraçadas - Agência de Viagens - Receitas Faceis - Pousadas em Bombinhas - Hoteis em Balneário Camboriú - Santa Catarina - Rômulo Mafra - Guia de Viagens Brasil